Você está aqui:Página Inicial > Educação > Conselho Municipal de Educação promove audiência sobre a Educação Especial

Conselho Municipal de Educação promove audiência sobre a Educação Especial

O Conselho Municipal de Educação (CME) de Valparaíso realizou nesta quarta-feira, 31 de maio, audiência pública para traçar políticas públicas e diretrizes para a educação especial do município.

 

A audiência foi realizada no auditório da Secretaria de Educação, na Etapa A. Estiveram presentes cerca de 80 pessoas entre diretores, professores, coordenadores educacionais e psicólogos.

 

A audiência tem o objetivo de disseminar conhecimentos e vivências na área da educação especial; promover o intercâmbio entre os profissionais e proporcionar um espaço privilegiado de discussões sobre as políticas e práticas educacionais inclusivas.

 

Além disso, busca contribuir para a melhoria da construção de um sistema educacional mais inclusivo e para a formação dos profissionais que atuam diretamente com a educação especial. Atualmente o município de Valparaíso tem 1.100 alunos matriculados na educação especial, no entanto, todas as diretrizes e planos usados fazem parte do âmbito federal.

 

A secretária Rudilene Farias, titular da pasta de Educação, comentou que isso só poderá ser concluído se toda a comunidade acadêmica se unir. “Convidamos todos os diretores e coordenadores da educação especial, as escolas particulares, ou seja, toda a educação do município para traçar e discutir as políticas públicas que envolvam o ensino especial. Hoje, o município de Valparaíso não tem nada que regulamente o ensino especial, somente trabalhamos com as leis federais. Precisamos regulamentar dentro das nossas realidades. A nossa demanda hoje é de 1.100 alunos especiais na rede municipal de ensino.” pontuou.

 

Rodrigo Vieira Luz, presidente do Conselho Municipal de Educação, lembrou que durante 20 anos o município ficou sem uma norma que regulamente essa matéria. “Com essa nova gestão, as conversas se intensificaram para construir a minuta de um projeto de educação inclusiva. O grupo da secretaria está fazendo de tudo para que isso deslanche o mais rápido possível, precisamos ter um parecer da matéria para começarmos a traçar as metas.” salientou.

 

A previsão da Secretaria de Educação e do Conselho Municipal é de que até o final desse ano, a diretriz da educação inclusiva já esteja feita. Vale ressaltar ainda que outras audiências públicas serão realizadas com esta mesma temática.

 

Texto: Victor Henrique

Fotos: Sérgio Grant

 

Compartilhar

Desenvolvido por